Como escolher a sua equipe de colaboradores?Para a maioria dos empresários e empreendedores, encontrar as pessoas certas para formar uma boa equipe pode ser um grande desafio Não importa o mercado de atuação, é comum haver dificuldades para avaliar o candidato que pode se adaptar melhor às necessidades do negócio.

O processo de contratação precisa ser  bem estruturado para que o empreendimento alcance os resultados desejados e obtenha o crescimento financeiro. É preciso estar atento às consequências de longo prazo que podem causar diversos prejuízos ao seu negócio. Uma delas é a produtividade.

Equipe com baixa produtividade

Uma  contratação equivocada pode trazer como consequência uma alta rotatividade na equipe, o que resulta em funcionários constantemente em fase inicial de treinamento, o que, consequentemente, irá potencializar os riscos de ocorrerem erros no processo e consequentemente aumentar a pressão e estressar para a equipe devido à sobrecarga para os membros mais experientes do time. Tudo isso irá impactar diretamente na produtividade da equipe.

Separamos 5 dicas simples que podem auxiliar na contratação e com certeza terão grande impacto no futuro do seu negócio.

1. Defina o perfil do candidato perfeito para a contratação:

Antes de tudo, você precisa definir um objetivo claro a ser alcançado com essa contratação. Assim, será um pouco mais fácil saber que tipo de profissional está buscando.

Não existe um profissional completamente adaptado às necessidades de uma empresa. Contudo, é possível definir um perfil ideal para as necessidades do negócio de acordo com os objetivos e metas definidos.

Outro ponto importante é identificar o perfil comportamental que a vaga exige. A consequência de escolher um profissional com o perfil comportamental errado pode ser a falha em alcançar os resultados esperados com a contratação.

2. Planeje todas as etapas do processo de seleção

Seja detalhado ao planejar o processo seletivo. Existem muitos métodos para isso: entrevistas, dinâmicas, testes escritos. Escolha o processo mais adequado à sua necessidade.

Porém, antes de escolher algum desses processos, é importante estabelecer o que é desejado encontrar no candidato de acordo com o perfil da vaga. Manter esses detalhes em perspectiva podem auxiliar muito no momento da decisão.

3. Solicite referências

Entre em contato com as pessoas-chave das experiências anteriores do candidato.

Faça perguntas claras e objetivas: questione sobre o desempenho do funcionário na empresa, suas habilidades citadas no currículo, e o motivo pelo qual se desligou da organização. Também vale perguntar sobre as áreas que o candidato se destacava e até sobre ações comportamentais, assim o recrutador terá informações mais precisas sobre o candidato.

4. A contratação de jovens é uma boa aposta

Profissionais jovens geralmente não possuem muita experiência com o cenário corporativo. O lado positivo é que eles serão educados mais rapidamente quanto à cultura da organização.

Outro ponto positivo é que, como eles ainda não estão muito familiarizados  com o meio empresarial, tem o potencial de encontrar novas perspectivas e trazer soluções inovadoras para problemas do cotidiano.

5. Lembre-se da sua cultura organizacional

Certamente, a sua empresa possui uma forte cultura organizacional, que também é guiada por sua missão, visão e valores. É importante que o candidato esteja alinhado a esses objetivos e com a cultura da empresa. É necessário que o candidato acredite em sua organização, na sua atividade-fim e nos objetivos a almejados. Essa é a única maneira pela qual ele produzirá em prol dessas metas.

Caso contrário, o funcionário poderá ficar desmotivado, sem se sentir parte de uma causa.

Equipe alinhada! Agora a jornada se inicia.Contratou? Agora a verdadeira jornada inicia!

Após a contratação é que a jornada inicia. Mesmo os melhores colaboradores podem ficar desmotivados! O papel do líder é manter um ambiente de trabalho saudável e propício para o desenvolvimento de toda a equipe.

Estabeleça uma rotina de treinamentos e de feedbacks para alinhamento do das metas semanais e mensais.

Além da remuneração em dinheiro pelo trabalho executado, hoje as pessoas buscam a realização pessoal também. O funcionário precisa gostar de onde trabalha, precisa que seus olhos brilhem ao executar suas tarefas.

O colaborador precisa enxergar a sua importância do funcionário para a empresa e para o processo que executa. Tenha em mente que a falta de reconhecimento pelo seu trabalho é uma das principais causas dos pedidos de demissão. Todos queremos nos sentir parte produtiva de um grupo e causa.

Tudo isso irá impactar imensamente em sua produtividade, além de atrair vários outros candidatos qualificados que terão o desejo de trabalhar em sua empresa.

Pense nisso!