Se você tem dúvidas sobre como fazer curativo em cachorro, este conteúdo é pra você.

Quando se tem um animal de estimação em casa, é preciso estar preparado para tudo.  Os Cães costumam ser agitados e brincalhões e, assim como crianças que tropeçam e ralam o joelho ou cotovelo, eles também podem ganhar pequenos machucados ou alguns ferimentos por conta de alguma brincadeira mais estabanada. Apesar de ser fundamental você ter um veterinário aonde possa levar o seu pet, é importante, também, que você saiba fazer um curativo para resolver algum machucado leve que o seu animal venha a ter ou até mesmo como um paliativo até chegar no médico.

Pet machucado: como fazer os primeiros socorros

Muitos ferimentos melhoram quando são deixados em contato com o ar, outros se beneficiam de curativos temporários, que fazem parte de um primeiro atendimento.

As principais finalidades do curativo é controlar o sangramento, impedir que o animal lamba ou morda o ferimento, protegê-lo de contaminação e absorver as secreções das feridas durante o processo de cura.

Kit de primeiros socorros para pet: o que não pode faltar na sua casa

Para garantir um curativo caseiro eficiente, esses são os materiais que não podem faltar na sua despensa:

  • Gaze: material absorvente que serve para limpar e proteger os ferimentos do animal. O ideal é que seja compressa estéril e não adesiva, sem fiapos.
  • Atadura: mantêm o curativo no lugar. Por ter uma composição mais firme do que a, esse material é recomendado para proteção de feridas mais profundas. Use-a para envolver o ferimento, sem apertar muito porque as feridas podem inchar. Recomenda-se deixar, entre a pele do animal e o curativo, espaço suficiente para inserir dois dedos.
  • Esparadrapos: ajuda na fixação do curativo ou imobilização de algum dos membros em caso de fratura. Os esparadrapos elásticos garantem uma melhor fixação do curativo sobre o ferimento. Você também pode improvisar e envolver e fixar o curativo, provisoriamente, com filme plástico de cozinha.
  • Solução fisiológica: utilizado para limpar os ferimentos.
  • Antisséptico: serve para desinfetar os ferimentos.
  • Seringa: é mais recomenda em casos de feridas mais profundas porque servirá para aplicar as soluções antissépticas e aspirar eventuais secreções.

Passo a passo de como fazer um curativo em cachorro

  1. Raspe o local da ferida para que assim remédios possam ser absorvidos mais facilmente pela pele do cachorro e as bactérias não se proliferem.
  2. Em seguida, faça uma limpeza na região da ferida com sabonete neutro ou solução fisiológica.
  3. Com a ferida limpa, seque-a com gaze de modo que a umidade não atrapalhe a cicatrização.
  4. Após secar, aplique uma pomada antibacteriana e cubra a região da ferida com uma gaze e esparadrapo.

Machucados nas laterais, parte de trás ou barriga do pet podem ser difíceis de tratar com curativo, mas existem algumas técnicas efetivas:

  • Ponha uma camiseta limpa de algodão em seu animal, botando as patas dianteiras pelos braços e a cabeça pela gola. Ajuste o restante da camiseta no corpo do pet prendendo a cintura com esparadrapo em torno do corpo.
  • Faça um curativo com várias pontas, usando um lençol velho e limpo, por exemplo. Corte várias fendas nos lados opostos do lençol para fazer tiras no tecido. Amarre-as sobre o dorso ou sob o abdome do seu pet, de maneira que o tecido cubra parte da fenda. Prenda com esparadrapo ou fita adesiva.

Desejamos que, com essas dicas você esteja preparado caso venha a ocorrer algum imprevisto com o seu amiguinho. Quanto menos tempo você levar para tomar os primeiros socorros, maior a chance de o animal sair ileso do acidente.

Mas tenha em mente que é fundamental o acompanhamento de um médico veterinário no socorro do pet para que a recuperação seja mais rápida.